Imagem capa - Dicas para não errar na Lista de Convidados por Bruno Brum films

Dicas para não errar na Lista de Convidados



Planejar um casamento não é fácil. E umas das tarefas que podem gerar alegrias e ao mesmo tempo, stress é fazer a lista de convidados do casamento.

Principalmente para quem busca não gastar exageradamente, é preciso moderação e por isso o casal não poderá convidar todo mundo que conhece. Então, certamente, esta lista deve ser muito bem selecionada.

Está confuso (a) sobre o que considerar ao fazer a lista de casamento, como começar, entre outros detalhes? Aqui neste artigo separamos algumas dicas que podem te ajudar nesse momento!


Dica nº 1 – Saiba quando começar a fazer a lista de convidados

 

A lista de convidados pode ser feita assim que noivos decidem se casar, ou seja, pode ser começada logo no início do período de noivado. É claro que algumas coisas podem mudar até o tão sonhado “grande dia”, porém, você já ter essa lista em mãos será muito útil.

Por isso, comece o quanto antes a fazer sua lista de casamento.


Dica nº 2 – Saiba quantas pessoas terá na lista


Essa dica é uma complementação da dica citada acima. Falamos que o quanto antes fazer sua lista de casamento, melhor, e agora vamos explicar o porquê disso.

Ao fazer a lista, vocês já tem a noção de quantos convidados vocês querem ter. Assim, já é possível solicitar orçamentos para saber quais são os possíveis valores para aquele número definido de convidados.

Diversos fornecedores, como o de buffet, por exemplo, precisará deste número de convidados para passar um orçamento mais preciso.



Lista de Casamento - Imagem ilustrativa



Dica nº 3 – Como iniciar a lista: quem colocar?


De início, na primeira lista, você pode considerar todas as pessoas que vocês querem que vão ao casamento. Pode ser que algumas dessas pessoas sejam cortadas mais para frente, mas, coloque o nome deles nessa primeira lista. Lembre-se de considerar famílias dos convidados e criança, caso o convite for para “pessoa e família”.

Você pode ir colocando o nome das pessoas que for lembrando. O ideal é começar incluindo pessoas mais próximas e depois as mais distantes, conforme for lembrando. Você também pode organizar por:

  •                                      
  • Família
  • Parentes mais distantes
  • Amigos do trabalho
  • Amigos da escola ou faculdade
  • Amigos mais antigos
  • Amigos dos pais
  • Outros círculos sociais (igreja, clubes, vizinhos, etc)

Depois, você pode manter essa lista assim ou reorganizar esses nomes em ordem alfabética.


Dica º 4 – Faça orçamentos de acordo com a lista


Faça os orçamentos de acordo com o número de convidados da lista e veja se está dentro do orçamento previsto.

Aproveite e já solicite valores considerando também um número menor de convidados, para saber se fará uma diferença considerável no valor.

Analise bem, e se o orçamento para a lista toda estiver dentro do orçamento, infelizmente é a hora de cortar algumas pessoas desta lista.




E agora, como escolher quem vai ou não no meu casamento?


Se você tiver que fazer o corte na lista de convidados, você deve analisar um por um quem vocês realmente querem ou não no casamento.

De início, os noivos podem optar por quem não faz tanta parte da vida do casal, como aquele parente bem distante, ou colega do trabalho do qual não conversa muito.

Amigos dos pais nos noivos podem ser acordados também, após a conversa com os pais, pois alguns deles podem não ser tão próximos do casal a ponto de ter que ser convidado.

Pense em manter na lista as pessoas que mais participaram e participam da sua vida, de forma positiva e que poderá deixar sua festa mais divertida.

Lembre-se também de considerar que algumas pessoas podem faltar, como que outras podem levar convidados extras. Alerte os convidados sobre a não possibilidade de levar outras pessoas, e se quiser ter um maior planejamento, peça confirmação de presença.